Artrite ou Artrose: sempre um grande problema

Artrite ou Artrose: sempre um grande problema

A osteoartrite, antes conhecida como osteoartrose ou simplesmente artrose, é uma alteração das juntas (articulações), decorrente de numerosos problemas, afetando principalmente os joelhos, quadris, mãos e coluna vertebral.

É uma enfermidade extremamente frequente, ocorrendo na maioria das pessoas acima de 65 anos de idade e em 80% daquelas que já ultrapassaram os 75 anos. Além de provocar dores terríveis, causa também sensações de rigidez, inchaços, perda de movimentos, deformidades e até incapacidade total do membro, prejudicando intensamente a qualidade de vida.

Quando surge sem causa aparente, é chamada de primária ou idiopática e secundária quando é identificado um fator predisponente, que favorece seu aparecimento.

A osteoartrite compromete ambos os sexos, desde que apresentem fatores de risco para o seu desenvolvimento, tais como suscetibilidade (maior predisposição à doença) e fatores mecânicos.

Entre os fatores predisponentes, alinham-se a hereditariedade (parentes com a forma generalizada ou poliarticular), obesidade (sobrecarga de peso piora a dor nas juntas das pernas e coluna), disfunções hormonais (maior ocorrência nas mulheres e após a menopausa), excesso de mobilidade (desgaste por amplitude dos movimentos), distúrbios metabólicos (gota, diabetes, etc.), uso repetitivo de uma junta no trabalho, lazer ou esporte (posição ajoelhada) e trauma.

Entre os fatores mecânicos, a agressão intensa das juntas é causa comum de artrite do joelho, particularmente quando afeta os ligamentos e meniscos, inclusive após a sua retirada cirúrgica (jogador de futebol). Da mesma maneira, os riscos aumentam com o avançar da idade, pelas maiores oportunidades de traumas.

No caso de fratura ou luxação, a simples alteração da função mecânica pôde predispor ao aparecimento de osteoartrite, principalmente no ombro, quadril e tornozelo.

A artrite pode evoluir por longos períodos sem apresentar sintomas, sendo detectada somente através da radiografia. Ou, então, apresentar sintomas com evolução lenta, mas progressiva.

A princípio, surge dor intermitente (que aparece e some) em determinada junta, geralmente relacionada com esforço físico ou trauma, sensação de rigidez muscular e ainda diminuição gradual da amplitude dos movimentos articulares. Todavia, a dor é o sintoma mais importante, com intensidade variada e piora com o uso constante da junta comprometida.

A rigidez muscular é sentida como uma limitação da articulação (junta presa), sendo a restrição de movimentos descoberta com o progredir da doença. A impressão de que a articulação ‘falha’ no seu desempenho, dando insegurança ou instabilidade, também é referido assim como atrofia muscular, crepitações (estalos) e inchaço.

Nos casos avançados, ocorre grande destruição das articulações, com importantes deformidades e perda da função, impondo sérias dificuldades na rotina diária do portador, corno perda de habilidade para se vestir sozinho, limitações para subir ou descer escadas ou até para caminhar pequenas distâncias.

O tratamento da osteoartrite compreende desde a simples orientação educacional para os portadores até o uso de medicação (anti-inflamatórios não hormonais), exercícios (compatíveis com a idade e condicionamento físico), fisioterapia e cirurgia.

Os calçados apropriados são importantes para facilitar o andar, usando-se palmilhas, calcanheiras e outros recursos para o realinhamento, absorção de impacto e conforto. Numerosos acessórios, como bengalas, etc., podem melhorar a segurança e a estabilidade além de reduzir a dor ao caminhar.

A terapia ocupacional, assim como a execução de tarefas do cotidiano são úteis para a melhor convivência com sua rotina. Desta forma, embora a osteoartrite seja relativamente comum nos idosos (acima de 60 anos) e prejudique o bem-estar dos portadores, existem muitos meios para prevenir e tratar os sintomas, sempre objetivando uma melhor qualidade de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *